Área de Clientes

novo registo
recuperar password
  CARRINHO
0 Item(s) 0 €

Legado de Nobel, O

Gonçalves-Maia, Raquel

€ 28,77 € 25,89
Disponível - Envio Previsto em 48 horas (Em Dias Úteis)
10 %
ISBN: 9789725922286 Páginas: 310 Ano de Publicação: 2008 Editor: Escolar Editora
Quantidade:

Sinopse

"Todos os cientistas, sem excepção, nada mais fazem do que continuar uma grande tradição histórica, levando tão longe quanto o seu engenho o permita o grande empreendimento científico dos seus predecessores. Mesmo as descobertas que representam uma revolução na história do pensamento do homem são, simplesmente, um passo natural em Ciência. Confirme-se ou negue-se o passado, a Ciência é sempre um feito cumulativo. O acontecido não tem direito ao esquecimento; tomar dele consciência, relembrar e compreender as vidas e os talentos dos cientistas que nos legaram o saber é uma forma de registar a importância do seu contributo intelectual, social e mesmo político, de lhes rendermos a nossa homenagem, de melhor compreendermos o Mundo e a nós próprios. O universo do homem, externo e interno, muito tem sido alterado com as descobertas da Ciência. Divulgar estas descobertas e o seu significado impõe-se-nos como um dever.

Antes, O Legado de Prometeu - Uma Viagem na História da Ciência; agora O Legado de Nobel - Perfis na Ciência do Século XX (1900-1959). Ambos, Prometeu e Nobel, doaram o Fogo ao Homem. E, com o Fogo, criou o velho titã grego a aventura sem fim do engenho e da humanidade. E, com o Fogo, deu Alfred Nobel o mote do seu incentivo e estruturação.

Listámos uma cronologia de eventos de grande relevo. Desenro­lamos alguns deles. A nossa escolha recaiu sobre personalidades fascinantes. A Física, a Química, a Biologia, a Geologia ou a Astronomia estão presentes. E também a Bioquímica e a Com­putação. E a Medicina. E, acima de tudo, uma permanente interdisciplinaridade que caracterizou avanços significativos da Ciência do século XX. Começámos em 1900 e parámos em 1959. Em 1901, foram entregues os primeiros prémios Nobel; em 1959, reflectia-se sobre a natureza da cultura científica."